quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

E por falar em Opala

O meu amigo Rossi Farias, que na época tinha uma revenda de carros, liga dizendo que tem um carro pra me mostrar.
-“Mazinho! Vem aqui na loja ver uma coisa!”
Fui até lá pra conferir. Era um Opala de Luxo 1978, 4 cilindros, cor bege areia metálico, interior monocromático com apenas 56.000km. Isto foi em outubro de 2003.
Pedi pra dar uma volta com o carro e no caminho encontrei meus amigos do Veteran Car Club de Criciúma Andrés (ex-presidente e um dos fundadores do clube) e Charles (o atual presidente).
Rodearam o carro, olharam por cima, por baixo, por dentro... lhes falei que a kilometragem era original, que tinha manual do proprietário, que havia sido comprado aqui mesmo na revenda Jugasa e pertenceu ao Dr.Sartóri, medico já falecido, e esteve guardado por muitos anos por seu filho Poti.
Se o que faltava era um incentivo pra comprar o carro posso dizer que os dois ajudaram. “Ta esperando o que pra comprar?” disseram.
Voltando pra loja do Rossi acertei o pagamento, parcelado, diga-se de passagem, e fui embora feliz da vida com meu “Opalão”.
A primeira coisa a fazer, uma revisão.
Levei o carro até a oficina de um mecânico conhecido dos meus tempos de juventude, o Célio Ghedin, e para minha surpresa ele disse:
-“Tu que comprou o carro do Dr.Sartóri? Eu que fazia as revisões pra ele, conheço esse carro de cabo a rabo, é todo original.”
Trocadas as molas que estavam “cansadas”, amortecedores novos, 5 pneus diagonais Pirelli Beta 6.95/14 zero, filtros, óleo, e pronto!

Defeitos do carro? Apenas os desgastes naturais do tecido dos bancos e o pára-lamas dianteiro esquerdo que havia sido mal consertado depois de uma leve batida, e aparentava estar meio “gordo”. Não havia nem sido retirado do lugar pra arrumar. Nada que desabonasse o carro.
Mas... pra mim sempre tem um mas, estes “defeitos” teriam que ser reparados.
Se o carro tivesse o interior preto sem problemas, mas marrom é outra conversa.
Recorri ao Magal, lembram do estofador que falei, pois é, eis ele aqui outra vez.
-“Trocar o tecido do banco não é problema disse ele, mas onde vais achar o marrom
original?”Disse o Magal.
-“Não tens uns metrinhos ai guardados?” Perguntei.
-“Não tenho e nem sei onde encontrar?” Me responde o Magal.
Mas não desisti e comecei a caçada ao tecido.
Mas quem tem amigo tem tudo. E meu amigo Montanha, é o tamanho do cara e do coração dele, encontrou em Londrina-PR o tecido marrom original do Opala 78.
Como a parte de curvim estava em muito bom estado foi reaproveitada.


Bancos recuperados só faltava o pára-lamas meio “gordo”, mas quase ninguém
“enxergava” o defeito. Imaginem o tamanho do defeito. E foi ficando assim mesmo.
Até que um dia... barbeiragem.
Como o retrovisor direito faz falta.
Ao estacionar no garajão não percebi que o Opala estava perto demais do Landau, sim
também já tive um Landau 80 e o estrago estava feito.
Agora não tinha jeito, já que tinha que recuperar o arranhão já arrumo o pára-lamas
dianteiro.
Serviço feito meu filho João Paulo disse:
-“Pai, bem que tu poderias me dar esse Opala!”
Como ele tinha 13 anos na época eu disse sim.
Agora ele tem 18 e quem diz que não é dele! Mas ainda está em meu nome e eu quem
“cuido” e ando com ele.
Tempos depois meu concunhado Bruno, de Porto Alegre, me presenteia com um ar
condicionado que ele tinha guardado há muito tempo.
Ar condicionado revisado e instalado, ficou assim.
O carro mantém os pára-choques originais.
Rodas originais com sobre-aros e pneus novos.

Interior totalmente original. Notem que o carpete desbotou onde não ficou coberto pelo tapete de borracha colocado quando o carro foi comprado.

Os tapetes de borracha já desgastados.

O painel e volante perfeitos.

Laterais de portas.
Plaqueta de identificação.

Adesivo de instruções sobre pressão dos pneus.

Caixa de fusíveis e chicote originais, notem a cor dos fios, sem gambiarras.
Até a capa protetora do extintor de incêndio.
Bancos e cintos de segurança.

Motor 4 cilindros 151.

                                                       Forro impecável.
Porta malas ainda com o tapete original e estepe zero. 

                                                  Simplesmente imaculado.

A kilometragem hoje.

                                                      O carro como está hoje.
                                                 Certificado de originalidade.
Fica mais bonito ainda com essa placa.
                     Cá pra nós este foi barbada!!!  Não se pode nem chamar de restauração.

20 comentários:

  1. gostei de tudo no carro amigo, exceto o ar... (gosto do quebra ventos hehe) tenho um comodoro 1979 coupe 4cc branco...com interior marrom que está longe do original hehe mas estou tentando!!!

    vc sabe dizer se o tapete original era marrom?? e a tampa do forro traseira nao é furada para caixas acústicas certo? é marrom ou preta???

    Obrigado pelas dicas!

    abcs

    André

    Marques.it@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Olá André! O ar condicionado faz toda a diferença , não tem quebra vento que se compare hehe.
    Estes carros vinham "sem" tapetes, que deveriam ser comprados à parte na concessionária ou em lojas de auto-peças. No caso do meu carro é marrom porque o interior é monocromático, e assim combina melhor. São os mesmos desde que o carro foi comprado justamente pelo fato de serem marrons, pois não encontrei novos para repor.
    Quanto à tampa do forro trazeira, chamada de
    "chapeleira", não era furada. Quando da instalação das caixas de som se colocava uma tela para proteger o alto-falante.
    A "chapeleira" vinha revestida do mesmo carpet que o restante do carro.
    Graaaande abraço, Mazinho!

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo o carro. Pode ter certeza que esse é o sonho de todos que tem Opala.
    Tô restaurando um do mesmo modelo e ano do seu só que Marron Tamara, más não vou consegui ter uma placa preta.
    Gostaria de saber como conseguir esse tecido para recuperar meus bancos?
    Um grande abraço e parabens pela jóia!!!!!
    pablospinasse@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Pablo! Obrigado pelos elogios.
    Como eu disse aqui um amigo meu me conseguiu o tecido dos bancos em Londrina-Pr. Era um fim de estoque. Nos clubes de Opala pela internet existem foruns, quem sabe lá você fale com alguém que saiba onde encontrar. Sei que é difícil, principalmente por ser caramelo, mas não desista.
    Graaaande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigado pela dica. Vou procurar nos foruns. Um grande abraço!!!!
    Pablo!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Placa preta...como vc é metido..rsrsrs....eu sei tenho uma caravam 80...marrom também....ta quase assim....so falta o ar.....parabéns....CElso.

    ResponderExcluir
  7. Celso, procuro sempre me "meter" rsrsrs para conseguir a placa preta, que é a coroação de um trabalho, mas sempre buscando a originalidade.
    O ar condicionado era um acessório, a grande maioria não vinha com ele e hoje em dia encontrar um que funcione é muito difícil.
    Graaaaaande abraço!

    ResponderExcluir
  8. alguem tem adesivo de pressão de pneus do opala 88?preciso pois o meu esta mto ruim agradeço email opaleiroespezim@ig.com.br
    preciso de fotos pra um amigo de saõ paulo refazer copia identica desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  9. Olá dedspeed, o Opala não está à venda. Graaande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Lindo Opala parabensss. Amigo voce poderia mandar umas fotos da sua caixa de fusivel com detales dos fios em cada fusivel? To reformando meu Opala Comodoro Cupe 78 e presico por de mais dessa relaçao das cores dos fios obrigado. meu e-mail aroldosilvaoliveira@msn.com

    ResponderExcluir
  11. Aroldo, obrigado pelos elogíos e pela visita ao blog. No site do Opaleiros do Paraná tem o esquema elétrico. Veja aqui http://www.opaleirosdoparana.com/t7060-esquema-eletrico-para-leigosquem-precisar-so-manda-email#121767 .
    Graaaaande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Mazinho, parabéns pelo blog! Para quem é fã de antigos, aqui encontramos veículos exclusivos e boas dicas!!! Opalão zerado hein!!!! Abraços Marcelo Scheidt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, valeu pelos elogios. O Opalão é do João Paulo.
      Graaaaaande abraço, Mazinho!

      Excluir
  13. Boa noite,
    Parabéns pelo OPALA.
    Tenho um opala 1978 muito parecido com o seu, apenas não tem ar condicionado, porém precisa de reforma geral, você tem endereços de oficimas especializadas.
    Obrigado pela atenção.
    Noraldino

    ResponderExcluir
  14. Noraldino, obrigado pelos elogíos ao Opala. Você está em que cidade?
    Graaaaande abraço, Mazinho!

    ResponderExcluir
  15. Boa noite amigo, tudo bom?
    Parabéns pelo lindo veiculo, mesmo o post sendo antigo espero ainda o mantenha. No caso dos pneus, você coloca os 20 lbs que a etiqueta recomenda ou coloca um pouco mais? pois tenho um 76 que recomenda essa calibragem mas acho muito baixa, qual sua opinião? Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo! Obrigado pelos elogios ao carro, sim ainda está comigo. Procure aqui no blog que tem post mais recente sobre ele. Uso 22 lbs, menos que isso fica muito vazio e mais fica duro.
      Graaaaande abraço!

      Excluir