quinta-feira, 14 de junho de 2012

FORA DE SÉRIE - BIANCO S

Lançado no Salão do Automóvel de 1976, derivado do Fúria, veículo de competição que fez sucesso nas pistas, o Bianco S projetado por Toni Bianco, era produzido na rua José Bonífácio 1065, Diadema-SP.
Tinha carroceria em fibra de vidro com duas barras de capotagem e proteção lateral de chapa de aço.
Utilizava mecânica VW, chassi do fusca, motor e caixa da Brasília com relação mais longa do SP 2.
O fraco motor VW com dupla carburação lhe rendia apenas 65 cv, o que para um esportivo era muito pouco.
Era equipado com rodas de liga exclusivas 13 polegadas com tala 8 polegadas, pneus radiais 185/70 Hr 13, freios a disco nas rodas dianteiras e a tambor nas traseiras.
Internamente muito luxuoso tinha revestimento  em couro, painel completo com sete mostradores, marcador do nivel de combustível, manômetro de óleo, amperímetro, termômetro de óleo do motor, velocímetro, conta-giros e relógio de horas e ainda vinha equipado com rádio.







Como todos os esportivos da época o Bianco S não era barato. Custava, em janeiro de 1977
Cr$ 121.000,00, um Puma GTE Cr$ 89.000,00 e um Charger R/T Cr$ 119.000,00

Um comentário:

  1. Este carro marcou presença no XIX Encontro Paulista de Autos Antigos em Campos do Jordão. O carro estava deslumbrante, com um acabamento de tirar o folego e fez um sucesso entre os amantes dessa máquina e despertou a curiosidade de muitos. Os adoradores puderam chegar perto e até tirar fotos dentro dessa magnífica obra de Arte.

    ResponderExcluir