quarta-feira, 4 de abril de 2012

FORA DE SÉRIE - MB MOLDEX

Lançado no II Salão do Automóvel em 1961 este foi o primeiro fora de série em fibra-de-vidro a ser fabricado no Brasil. Pode-se dizer que foi o precursor dos vários outros fora de série fabricados aqui.
Projetado por Roberto Eugênio Stieler pela MB-Moldex (sigla de mecânica brasileira) o carro foi construído a partir de um chassi normal do DKW-Vemag sem modificações. Era equipado com uma capota de fibra-de-vidro rígida removível e uma capota de lona plástica para emergência em caso de chuva. Naquela época já havia a preocupação com a segurança contra roubos. O trinco para abrir o capô dianteiro ficava no porta-luvas com chaves e o do porta-malas no batente da porta. Na mecânica apenas o radiador foi substituído por um mais baixo e largo, o recipiente de fluido de freio colocado no compartimento do motor e o carro possuía dois tanques de combustível, um igual ao da perua Vemagete situado sob o porta-malas e outro do DKW sedan situado sob o banco traseiro.



 A mesma mecânica do DKW

 Alavanca de câmbio no assoalho e radio transistorizado
Em abril de 1962 um FNM JK 2000 custava Cr$ 1.848.000,00, um DKW Bel-Car  custava  Cr$ 1.112.100,00 o MB-Moldex custava o dobro do DKW.

Fonte: revista 4 Rodas ed.n°21 abril 1962

Nenhum comentário:

Postar um comentário