terça-feira, 19 de janeiro de 2016

MIURA 1986

Aldo Auto Capas era uma fábrica de bancos esportivos para automóveis em Porto Alegre-RS, de propriedade de Aldo Besson e Itelmar Gobbi.
Pois a fabrica de bancos transformou-se em uma fábrica de automóveis, os automóveis Miúra.



Iniciada em 1976 produzindo o Miúra com mecânica da VW Brasília, no qual já falei aqui, o carro evoluiu e em 1986 produziam os Miúra Saga, Miúra Targa e Miúra Spider, sendo que o Saga era considerado o top de linha, devido aos vários equipamentos de série.

Faróis escamoteáveis.


Aliás os equipamentos eram surpreendentes para a época pois o carro até falava. Uma voz sintetizada por computador indicava que o motorista e passageiros deveriam atar o cinto de segurança, completar o tanque de combustível, travar as portas ou mesmo soltar o freio de mão. Interior refinado e um completíssimo painel que continha até mesmo uma pequena TV e portas que abriam por controle remoto, não havia fechadura externa.



Motor VW 1.8


Equipado com o motor 1.8 do Santana, o Miúra possuia freios a disco nas quatro rodas, pneus 195/60 -14 e rodas de liga leve.
Agora o Miúra não usava mais o chassi VW e sim um chassi tubular, mas a carroceria continuava sendo produzida em fibra de vidro.

Fonte: Revista Quatro Rodas

Um comentário:

  1. Aliás, até hoje, nenhum carro nacional chegou no nível de sofisticação dos Miuras.

    ResponderExcluir